• Teste 5 pagina Site
  • registo
  • Teste 3 pagina Site
  • Teste 2 pagina Site
  • Estufa Fria amigos Palco
  • vitoriamover n
  • crianças ANDAI
  • 14753964 1112390125464924 1475238286119086404 o
  • coro o
  • campo actividades
  • Grupo Barco
  • Um diagnóstico precoce e tratamento adequado são fundamentais
  • A ANDAI preocupa-se com a qualidade de vida dos seus jovens
  • As doenças reumáticas não são só de "velhos"
  • A nossa Mascote Vitória
  • Encontros ANDAI
  • Participação em eventos solidários
  • Aniversário ANDAI
  • 1º Campo de Actividades ANDAI
  • Participe! Junte-se a nós!

jovens eventos

EVENTOS

cantinho

 CANTINHO

DOS

MAIS NOVOS

Estatuto do Cuidador Informal (Portaria nº 2/2020)

Cuidador 300x188                 

 Informação

No dia 10/01/2020 foi publicada a Portaria n.º 2/2020 de 10 de Setembro, que regulamenta os termos do reconhecimento e manutenção do Estatuto do Cuidador Informal, aprovado em anexo à Lei n.º 100/2019, de 6 de Setembro.

A presente portaria aplica-se aos Projectos-Piloto experimentais.

 

Esta portaria comtempla:
- as condições de reconhecimento do estatuto de cuidador informal;
- os requisitos para o efeito;
- os requisitos referentes à pessoa cuidada (nomeadamente o consentimento da própria ou do seu acompanhante);
- o processo de reconhecimento;
- o direito à emissão de um cartão de identificação de cuidador informal;
- a cessação do reconhecimento de cuidador informal;
- o direito à conciliação entre a actividade profissional e a prestação de cuidados;
- o direito ao estatuto de trabalhador-estudante, quando aplicável;

A partir do dia 1 de Julho de 2020, podem ser apresentados pedidos de reconhecimento do estatuto de cuidador informal em todo o território nacional

A informação completa pode ser encontrada aqui

Imprimir

Lidar com a doença

Imprimir

Lidar com a AIJ

 criançasPor vezes os adultos pensam que as crianças são demasiado jovens para entender ou não querem contar o que se passa com medo de causar preocupações desnecessárias. mas é bom educar as crianças sobre a sua doença.

Se não lhes for explicado convenientemente, elas podem preocupar-se de forma errada Às vezes, as crianças acreditam que são elas que causaram a doença, por algum ato do qual nem sequer estão conscientes.

A sua imaginação é muito ativa. Se não perguntarmos o que eles sentem ou pensam, eles podem não nos dizer. Se explicarmos, a um nível que eles possam entender, os seus medos e preocupações podem ser aliviados.

Converse com a criança/jovem, explique que ter a doença não é culpa de ninguém, nem uma “punição” (algumas crianças acreditam que a doença é um castigo por algo que fizeram).

Esteja disponível para ouvi-la sobre os seus medos, dificuldades ou revoltas.

Ajude-a a compreender o que se passa, a lutar pelos seus objectivos, a ser responsável e independente.

Não a vitimize nem a deixe “ter pena de si própria”.

Ensine-lhe que ela é muito mais do que uma doença!

Imprimir

Sensibilização Word Day

A importância de um diagnóstico precoce e de um tratamento atempado para impedir a progressão da doença são os principais alertas que a European Society for Pediatric Rheumatologists (PReS) e a European Network for Children with Arthritis (ENCA) quiseram fazer no primeiro Dia Mundial da Doença Reumática Infantil/Juvenil – o WORD Day, que aconteceu a 18 de março.

O WORD Day será um evento  que se realizará, a partir de 2019, anualmente  no dia 18 de março.

dia Internacional2

 

Assista aqui ãs entrevistas realizadas este ano a propósito deste evento 

                                                                 Entrevista Drª Filipa Ramos -TVI                                  Entrevista Drª Helena Canhão -SIC

 

 

                                                

                                                                                                                                                                                                                                    

Imprimir